$type=slider$show=home$snippet=hide$comment=hide$label=hide

$type=carousel$sn=0$cols=4$va=0$count=8$show=home

OKJA: A Indústria e o "Vilão Social"

O objetivo mais aparente de ‘Okja’ (polêmico lançamento da Netflix dirigido pelo sul-coreano Bong Joon-Ho) é contar uma história de amor. A superporca Okja, embora produto desenvolvido pelo mecanismo do capital, possui sentimentos que nenhum cachorro de estimação é capaz de ter. Para que essa história faça seu sentido emocional, Okja é quase um humano, capaz de matematizar soluções para salvar quem ama e de ter uma noção do mundo mais abrangente que qualquer outro animal na Terra. Essa aventura dualiza, porém, com a vontade de criticar o sistema responsável por Okja: a indústria alimentícia. 

É claro, portanto, que a obra possua uma personalidade óbvia diante tantas plateias ao redor do mundo; situação incitada pelo lançamento que ocorreu de modo surpreendentemente simultâneo. Era meia noite na Coréia do Sul, 8 da manhã na Califórnia, quando estreou meio-dia em ponto na plataforma brasileira. Essa universalidade permite que o filme tenha essa cara unicamente crítica a compreensão financeira da carne. Mas Okja fala muito mais das peças em jogo que de suas regras. Tendo uma percepção muito reduzida da realidade (e aí se aproveita para ser burlesco), o roteiro assinado por Jon Ronson e pelo próprio Bong Joon-Ho justifica a existência de cada personagem como um alicerce dessa discussão. ‘Okja’, por fim, não fala algo além do óbvio sobre os vilões projetados na figura da indústria globalizada, mas fala principalmente do vilão social. Lucy, Nancy, Mija e Johnny são os lados dessa história. 

Lucy e Mija são os opostos dessa percepção, porém não em antagonismo direto. Lucy, vivida pela enigmática Tilda Swinton, é a imagem gerencial da grande empresa responsável pelos superporcos; mas o mundo por seu olhar são somente teorias, animações, gráficos, resultados e mídia. Não passa por sua cabeça como o processo acontece de forma usual, e sequer a interessa – não é falsidade quando esboça compaixão por Mija e Okja que foram “maltratadas” diante as câmeras por policiais sul-coreanos. Sequer foi irônica quando dualiza a fofura dos animais com a necessidade de serem “gostosos pra caralho”; tudo faz parte do sistema como ele é. Lucy representa, ainda que de modo brusco, toda a parcela da humanidade que se alimenta de carne vinda dos engenhos frigoríficos. O sofrimento não é um desejo conscientemente sanguinário; não comemos carne pensando em como foi bom ter matado aqueles animais – fazemos ideia, mas “não sabemos” e é sempre mais conivente compreender o processo como natural, assim como Lucy. Personagem que compreende como um ato heroico e quase humanitário liderar um programa que tem como principal interesse alimentar as pessoas. A maldade em sua essência consciente não está em Lucy, mas no entorno que se inseriu – por isso Nancy precisa surgir como a vilã cruel de óculos escuros e de afrontamento imbatível. Representando unicamente a esfera do poder financeiro, não há espaço para as sensações que a compreensão social proporciona. Nada mais sugestivo do que o dinheiro que “indiscutivelmente” vale mais que o amor. 

Tilda Swinton como Lucy Mirando (Foto: Kimberly French)
Do outro lado, é importante que a personagem da Mija seja uma criança. Ela não está inserida na luta vendida de combater o “massacre” animal; aplicar essa ingenuidade valida o conflito que só possui como motivador seu vínculo emocional. E conhecemos o apelo do amor no cinema; não há limite de enfrentamento quando é preciso salvar alguém que lhe divide a alma. Se escolher quem salvar, a mãe vai sempre escolher o filho – é essa intransigência compreensível diante a realidade que constrói envolvimento. Mija representa as pessoas que, embora conscientes da situação, não adotam ícones de revolução. A minha vizinha vegetariana que se solidariza com a causa de defesa dos animais, contenta-se com a racionalidade interna que lhe diz respeito; não se alimenta de carne e não obriga ninguém a essa compreensão. E não há nada de equivocado nisso. Tendo essa justificativa como líder da trama, ‘Okja’ não pensa em mudar o mundo. Tornando, portanto, a aventura mais crível – não seria verossímil incumbir sua protagonista desse moralismo em tão pouco tempo.

Quanto à existência oculta de uma liderança do poder, o personagem Johnny Wilcox vivido por Jake Gyllenhall é todo o processo de midiatização evocado na comunicação direta com o consumidor que precisa consumir mais que a oferta – no seu caso, também o sentimento. Lucy romantiza o benefício financeiro e Jake o envolvimento emocional. Alusivo que, por ser representante da mídia, o personagem seja o responsável por expor a manipulação emocional. Quando vê o ídolo pela primeira vez, Mija não fazia ideia que ele seria o responsável por levar Okja e maltratá-la, encaixando-o rapidamente na figura global de sucesso. Wilcox, nesse sentido, é o principal personagem que representa uma esfera aquém da sociedade. Aliás, exatamente por ser construído por demanda industrial que a encarnação de Jake tem essa caricatura perturbadora que dispensa relação direta com qualquer núcleo devidamente humano da história. 

A funcionalidade rasa do grupo AFL empalidece o que representa, mas é competente que a discussão simbólica foque na pacificidade quase como alívio cômico (rendendo cenas muito bonitas, como a dos guarda-chuvas). Repetindo continuamente que suas lutas e os transtornos causados são benéficos, a existência do grupo, porém, passa a se tornar duvidosamente heroica. Um dos personagens, além de não se alimentar de carne, recusa-se também de todo vegetal originado das indústrias Agro – permanece durante todo o filme com o aspecto macilento de fome. Então ‘Okja’ é uma crítica generalizada sobre todo o processo alimentício? Difícil ser tudo isso, hein? Mas, afinal, diferente da resposta instantânea que veio do público, esse não é um filme pensado como arma de defesa ao veganismo. Nossa protagonista não é vegetariana; começa e conclui seu arco caçando peixes e comendo seu ensopado de frango. Isso porque o filme compreende as distinções entre sua produção subsistente e a megalomania imprudente da produção em massa – a linha que divide essas necessidades é a única real inquietação consistente a ser discutida. 

E exatamente por não refletir qualquer solução para o grande problema, é que ‘Okja’ se torna mais tangível, afinal, não é possível que ainda possamos nos espantar com as mareações do mercado. Somente quando a Netflix cancelou ‘Sense8’, as pessoas resolveram sacar que a razão pela série ter sido produzida não foi precisamente por qualquer compromisso social de compartilhar a representatividade sexual; é majoritariamente financeiro. As pautas LGBT’s emergiram nos últimos anos e, de repente, tornou-se um tema a se investir. Como, por exemplo, empresas de cerveja historicamente machistas passarem a se redimir com campanhas representativas. Aliás, vocês viram as latinhas da Skol que representam os tons de pele? Ou a campanha da Coca-Cola fazendo alusão a homo/transexualidade? Mas não é por ser onda da produção mercadológica que esses investimentos são os únicos “vilões”. E “Okja” reconhece mais ou menos isso. 

Acaba que o principal efeito do filme é apresentar essa cartela de indagações sem precisar passar disso. É brevemente óbvio, mas os contornos lúdicos e principalmente emocionais transformam essa aventura frenética em um projeto de planejamento e execução ousados – deixando de lado as convenções inverossímeis, ‘Okja’ é um filme de presença importante. Se maleável como história contínua, brilhante como incitador de uma reflexão sobre um mundo que temos a consciência de fazer parte.

OKJA: A Indústria e o "Vilão Social"




Repensando #01: O Personagem Secreto de Xavier Dolan
Repensando #02: O Elegante Casarão de La La Land
Repensando #03: Scorsese, Dardennes e o Poder do Silêncio
Repensando #04: Não, a culpa não é do Shyamalan
Repensando #05: Em que momento vamos falar sobre o Kevin?
Repensando #06: 'Guardiões da Galáxia' e a piada de James Gunn
Repensando #07: Joaquim: a revolta como consequência gradual
Repensando #08: OKJA, a Indústria e o "Vilão Social"

 Repensando  #08 

COMENTÁRIOS

GOOGLE

/fa-newspaper-o/ Últimas Críticas$type=ticker$count=12$cols=4$cate=0$show=post

Nome

#40Mostra,1,#AmericanCrimeStory #StrangerThings #Atlanta #ThisIsUs #Westworld,1,#Artigo,31,#Cinema,96,#Critica,129,#Crítica,221,#Critica #Resenha,3,#CríticaCinema,5,#Curtas,5,#Entrevista,3,#estreias,5,#Evento,18,#GameOfThrones,2,#harrypotter,8,#HillaryMaciel,7,#Matéria,27,#Matérias,24,#Mostra,1,#MozartInTheJungle,1,#Notícia,118,#Notícias,41,#Piloto,16,#Piloto #Critica,1,#Podcast,15,#Reign #TheWhiteQueen #TheTudors #Victoria #TheCrown,1,#Resenha,95,#Resenhas,83,#Rush,1,#Scorsese,1,#série #Temporada,4,#Séries,13,#StarTrek,21,#Taxi Driver,1,#Temporada,3,#Temporadas,1,#TheBigBangTheory,1,#YoungSheldon,1,10 Anos Depois,3,13ReasonsWhy,1,1950,1,1968,1,1991,1,2001,1,2004,1,2006,1,2008,1,2009,2,2011,1,2012,1,2013,5,2014,3,2015,15,2016,14,2017,10,40MostraSP,1,A Cura,1,A Esperança,1,A Viagem de Chihiro,1,Abderrahmane Sissako,1,Ação,22,Alain Guiraudie,1,Alan Rickman,2,Alec Baldwin,1,Alejandro G. Iñárritu,3,Alfonso Cuarón,1,Alicia Vikander,1,Alien,1,Amazon,1,Amy Adams,3,Ana Karla Araujo,40,Ana Nathália,16,Ana Nathália Barroso,15,Andrew Garfield,1,Ang Lee,1,Animação,18,Animais Fantásticos,2,Anjos da Noite,1,Anna Kendrick,1,Anna Muylaert,2,Anne Hathaway,3,Anthony Hopkins,1,Arthur Gadelha,117,Arthur S. Gadelha,199,Artigo,8,ArtigoCinema,19,ArtigoGames,1,ArtigoSerie,1,ArtigoSérie,2,Asa Butterfield,1,Assassin's Creed,1,Asterix,1,Ava DuVernay,1,Aventura,21,Barry Jenkins,1,BatesMotel,1,Batman,3,Beasts of No Nation,1,Becky G,1,Beijei Uma Garota,1,Ben Aflleck,1,benedict cumberbatc,1,Bennett Miller,1,Berlim,1,Bill Murray,1,Blade Runner,2,Bollywood,1,Bong Joon-Ho,1,Brad Bird,1,Brad Pitt,1,Brasil,7,Brie Larson,1,Bronson,1,Bryan Cranston,2,Bryan Singer,2,Caio Ary,3,Cálice de Fogo,1,Camareira,1,Camilo Cavalcante,1,Canadá,1,Cangaço,1,cannes,2,Cannes 2016,2,Cannes 2017,10,Carla Marinho,27,Cate Blanchett,2,CCXP,1,Charlie Kaufman,1,Charlize Theron,1,Chico Buarque,1,Chihiro,1,Chris Colfer,1,Chris Evans,1,Chris Hemsworth,3,Chris pratt,2,Christopher Nolan,6,Cinderela,1,Cinderella,1,Cine Ceará,3,CineCeara2016,3,Cinema,265,Cinema 2003,1,Cinema 2007,1,Cinema 2015,6,Cinema 2016,49,Cinema 2017,44,CINEMA ATUAL,4,Cinema Brasileiro,26,Cinema Cearense,2,cinema clássico,1,Cinema Espanha,1,Cinema Francês,3,Cinema Italiano,2,Cinema Nacional,3,Cinema Novo,1,Cinema Português,1,Cinema2016,3,claradecastro,4,Clássico,1,Clint Eastwood,1,Cobertura,1,Colin Firth,1,comedia,6,Comédia,4,Comédia Dramática,2,comédia romântica,2,Convidado,1,Coringa,1,critica,23,Crítica,22,CriticaCinema,320,CríticaCinema,34,CriticaLivros,4,CríticaLivros,3,CriticaQuadrinhos,2,CriticaSerie,32,CríticaSéries,2,Curtas,3,Dakota Johnson,1,Damien Chazelle,2,Daniel Brühl,1,Daniel Craig,1,Daniel Espinosa,1,Daniel Radcliffe,3,Danny Boyle,1,Darren Aronofsky,2,David Fincher,1,David Nogueira,5,David S. Goyer,1,DC,7,dc comics,3,Dean Israelite,1,Delano Amaral,2,Denis Villeneuve,2,Dennis Villenueve,3,Derek Cianfrance,1,Destaque,364,Diário,1,Diario de Bordo,2,Diego Silvestre,2,Dinamarca,1,Disney,11,Divertida Mente,1,Documentário,8,Dona Flor e Seus Dois Maridos,2,Dory,1,Doutor Estranho,1,Drama,47,Dreamworks,2,Dumbledore,1,Dwayne Johnson,1,Eddie Redmayne,1,Elizabeth Banks,1,em cartaz,20,Emilia Clarke,1,Emma Watson,1,EmmyAwards,1,Encontro de Blogueiros,2,Entrevista,2,Épico,1,ESPECIAIS,1,Especial de Natal,1,Especial Paul Thomas Anderson,1,Especial Star Wars,4,Espionagem,1,Esquadrão Suicida,2,Estrangeiro,1,Eva Green,1,Evento,3,EventoCinema,18,Eventos,1,ewan McGregor,2,Fabio Assunção,1,Fallen,1,Fantasia,1,Faroeste,1,featured,199,Fede Alvarez,1,Festival,6,Festival de Cinema,2,Festival de Gramado,1,Festival do Rio 2015,1,Festival SP,1,Festival Varilux 2016,3,Ficção Científica,22,Filme,2,França,5,Francês,2,Francis Ford Coppola,1,Francis Lawrence,1,Full House,1,FullerHouse,1,Gabriel Amora,153,Gabriela Queiroz,8,GaelGarciaBernal,1,Games,3,George A. Romero,1,george clooney,1,George Miller,1,George R.R. Martin,1,Gerard Damiano,18,Ghibli,2,Girlboss,1,Glauber Rocha,1,Glee,1,Globo de Ouro,1,Globo de Ouro 2013,1,Globo de Ouro 2014,1,Globo de Ouro 2016,3,Gore Verbinsk,2,Guilherme Fontes,1,Guillermo Del Toro,2,Gus Van Sant,1,Gustavo Nery,45,Halder Gomes,1,Hans Zimmer,1,Harrison Ford,1,Harry Potter,6,Hayao Miyazaki,1,Helena Bonham Carter,2,Hillary Maciel,35,Hitch,1,Homem aranha,2,horror,3,hq,1,Hugh Jackman,6,Hugo Weaving,1,Hunger Games,1,Ian SBF,1,Illumination,2,Ingrid Guimarães,1,Inside Out,1,Interestelar,1,Ira Sachs,1,Isabella Dantas,1,J.J Abrams,2,J.K. Rowling,2,Jacob Tremblay,1,Jake Gyllenhall,1,James Bobin,1,james cameron,1,James Foley,1,James Franco,2,James Gray,2,James Gunn,3,James McAvoy,1,james wan,2,Jamie Dornan,1,Jamie McGuire,1,Janelle Monáe,1,Japão,2,Jared Leto,2,Jennifer Lawrence,3,Jeremy Renner,1,Jessica Chastain,1,João Miguel,1,joaquin phoenix,3,Joeph Fiennes,1,Jogos Vorazes,1,John Musker,1,Johnny Depp,2,JojoMoyes,2,Jon Favreau,1,José Aldo,1,Joseph Gordon-Levitt,1,Josh Gad,1,Josh Hutcherson,1,Joss Whedon,2,JudeLaw,1,Juliana Paes,2,Julianne Moore,1,Justin Timberlake,1,juvenil,1,Kamilla Medeiros,1,Karla Holanda,1,Kate Winslet,1,Ken Loach,1,Kevin Spacey,1,kevinalencar,11,Kingsman,2,Kiyoshi Kurosawa,1,Klebér Mendonça Filho,1,Kornél Mundruczó,1,Kristen Wiig,1,Lady Gaga,1,Lampião,1,Lançamento,1,Lea Michele,1,Léa Seydoux,1,Lenny Abrahamson,1,Leonard Nimoy,11,Leonardo Dicaprio,1,Letícia Belo,22,Letícia Costa,1,Leyla Bouzid,1,Liam Hemsworth,1,Liga da Justiça,1,lista,2,Livros,92,Livros Destaque,13,Livros Literatura,35,Livrosk Destaque,11,Locados,4,Luc Besson,1,lucas jansen,7,Lucas Veiga,8,Lúcida,1,Lucy Latorre,1,Luz Entre Oceanos,1,Lynne Ramsay,1,M. Night Shyamalan,2,Mahershala Ali,1,Marcelo Caetano,1,Marcelo Gomes,1,Marcelo Mesquita,1,Margot Robbie,1,Marion Cotillard,3,Mark Rylance,1,mark wahlberg,3,Martin Scorsese,2,marvel,20,MateriaCinema,10,MatériaCinema,5,MateriaFilmes,1,MateriaLivros,12,MatériaQuadrinhos,1,Matérias,4,MatériaSérie,4,MateriaSeries,6,Matthew McConaughey,2,Matthew Vaughn,2,Mauricio de souza,1,Meu Malvado Favorito,1,Mia Wasikowska,1,michael bay,2,Michael Fassbender,5,michael giacchino,3,Michael Haneke,1,Michael Keaton,3,MidSeason,1,Mike Cahill,1,Minions,1,Minisseries,4,Miyazaki,1,Moana,1,Mogli,1,Moonlight,1,Mulher Maravilha,1,Nancy Meyers,1,Naomie Harris,1,Narcos,1,Natália Coelho,96,Nemo,1,Netflix,41,Noémie Saglio,1,NoticiaCinema,83,NotíciaCinema,11,NotíciaGames,1,NoticiaLivros,25,NotíciaLivros,14,NoticiaSerie,10,NoticiaSeries,4,O Povo,2,O Povo Online,1,Obelix,1,OITNB,1,Opinião,1,Orange is the New Black,1,Ordem da Fênix,1,ORegresso,1,Os Últimos Cangaceiros,1,oscar,1,Oscar 2013,1,Oscar 2014,1,oscar 2015,10,Oscar 2016,16,Oscar 2017,10,Oscar2016,22,Pablo Larrain,1,Paratodos,1,Park Chan-Wook,1,Paul W.S. Anderson,1,Paulo Gustavo,1,Pedro Pascal,1,Perdido em Marte,1,Pernambuco,1,pesquisa,1,Pete Docter,1,Pete Travis,1,Peter Jackson,2,Peter Sohn,1,Petra Costa,1,Pets,1,Pica-Pau,1,Piloto,1,Pio Marmai,1,Pipoca e Nanquim,1,Pixar,3,planeta dos macacos,2,Podcast,2,Poderoso Chefão,1,Porta dos Fundos,1,Portugal,1,Pottermore,1,Power Rangers,1,Premiação,1,Primeira Sessão,1,Prisioneiro de Azkaban,1,Procurando Dory,1,Quadrinhos,3,Quarto Ato,3,Quentin Tarantino,1,Rachel Weisz,1,Ralph Fiennes,1,Record,1,Reese Whiterspoon,1,Reis&Rainhas,1,Relíquias da Morte,1,renato aragão,1,Repensando,9,ResenhaFilme,1,ResenhaSerie,43,ResenhasLivros,53,Richard Linklater,1,Ridley Scott,7,Rihanna,1,RioMar,1,road movie,1,Robert De Niro,1,Robert Downey Jr.,3,Robin Wright,1,Rodrigo Gadelha,1,Rogue One,1,Romance,4,Ron Clements,1,Ron Howard,1,Rooney Mara,1,Ruby Barnhill,1,Rupert Grint,1,Rush,1,Ryan Gosling,1,Ryan Murphy,1,Sabrina Rolim,1,Sacha Baron Cohen,1,Sam Claffin,1,Sam Mendes,1,Sam Raimi,2,Samuel Jackson,2,sandra bullock,1,São Paulo,1,Saoirse Ronan,1,Sarah Pulson,1,Scarlett Johansson,2,Selton Mello,2,Sense8,1,Serie,34,Série,2,Series,51,Séries,21,Sérvia,1,SessaoCurtas,2,ShondaRhimes,1,Silence,1,Silêncio,1,Spiderman,1,spike jonze,1,Stanley Tucci,1,Star Wars,3,Stefan Ruzowitzky,1,stephen king,4,Steve Carell,1,Steven Spielberg,2,Stranger Things,1,Super-Herói,4,Superman,2,Suspense,9,Televisão,1,Terrence Malick,2,Terror,9,Thaila Ayala,1,Thea Sharrock,1,Thiago Mendonça,1,ThisIsUs,1,Thor,1,Tim Burton,6,Timothy Omundson,1,Todd Haynes,2,Tom Ford,1,Tom Hanks,1,Tom Hardy,3,Tom Holland,1,Tomorrowland,1,Transformers,2,Trolls,1,Tropa de Elite,1,TV,2,Um Senhor Estagiário,1,Universitário,1,Valerian,1,Varilux,3,Varilux 2017,4,Velozes e Furiosos,1,Vin Diesel,1,Vinicius Coimbra,1,vitoria salviano,8,Wagner Moura,1,Wally Pfister,1,Walt Disney,2,Warner,1,Wes Anderson,1,western,1,Wolney Oliveira,1,Woody Allen,2,Xavier Dolan,2,Zack Snyder,6,Zendaya,1,
ltr
item
Quarto Ato: OKJA: A Indústria e o "Vilão Social"
OKJA: A Indústria e o "Vilão Social"
Os lados dessa história
https://2.bp.blogspot.com/-JkhwaPuiIkE/WVxUk-p4SgI/AAAAAAAASaY/xEzDqFKq8_8djJRUqaMdTYWSJkE0T4UXACK4BGAYYCw/s640/OKJA-FF2-013.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-JkhwaPuiIkE/WVxUk-p4SgI/AAAAAAAASaY/xEzDqFKq8_8djJRUqaMdTYWSJkE0T4UXACK4BGAYYCw/s72-c/OKJA-FF2-013.jpg
Quarto Ato
http://www.quartoato.com/2017/07/okja-industria-e-o-vilao-social-netflix.html
http://www.quartoato.com/
http://www.quartoato.com/
http://www.quartoato.com/2017/07/okja-industria-e-o-vilao-social-netflix.html
true
1766168042906640467
UTF-8
Carregando Todos Textos Não encontramos publicações VEJA MAIS LEIA MAIS Responda Cancelar Resposta Delete por Início Páginas Publicações Veja tudo RECOMENDADOR PARA VOCÊ Pesquisa ARQUIVO PESQUISE NO QUARTO ATO Todas as Publicações Não encontramos publicações :( Voltar para o Início Domingo Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora há pouco 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 meses atrás Seguidores Siga THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy